Patrimônio Mundial da Unesco Sob Ameaça

WWF alega que indústria ameaça de destruição Patrimônios Naturais

A atividade industrial no mundo, como mineração e exploração madeireira ameaça quase a metade dos sítios do Patrimônio Mundial naturais do mundo, a partir da Grande Barreira de Coral da Austrália para a cidade inca de Machu Picchu, no Peru, de acordo com um relatório do grupo ambientalista WWF.

Os 114 locais ameaçados, praticamente metade do total listado pela Unesco, fornece alimentos, água, abrigo e remédios para mais de 11 milhões de pessoas – mais do que a população de Portugal, de acordo com um relatório do WWF. Os sites são destinados a serem protegidos para as futuras gerações.

Entre os 114 locais destacados pelo relatório do WWF, a Grande Barreira de Corais da Austrália, o maior ecossistema de recife de coral do mundo, está ameaçada por ambos mineração e transporte. Nos Estados Unidos, o Parque Natural do Grand Canyon está ameaçado por represas ou uso insustentável da água. E a cidade Inca de Machu Picchu, no Peru, nomeada como Patrimônio Mundial da UNESCO em 1983, está ameaçada pela exploração madeireira.

A WWF deixa claro no relatório que eles não estão se opondo ao desenvolvimento, mas sim ao desenvolvimento mal planejado.

Outros locais ameaçados incluem o Everglades, nos Estados Unidos, ilhas Galápagos, no Equador e os vulcões de Kamchatka da Rússia.

Patrimônios Mundiais da Unesco Sob Ameaça 1

Patrimônios Mundiais da Unesco Sob Ameaça 2

Patrimônios Mundiais da Unesco Sob Ameaça 4

Patrimônios Mundiais da Unesco Sob Ameaça 3





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *